Rio Branco - Acre, 21/01/2018

onde-estamos-trabalhando-limpeza-manutencao-ruasBANNER PORTAL TRANPARENCIA-alterado2782015 

Últimas Notícias

Comenda Volta da Empreza 2017 homenageia pessoas que fazem a história de Rio Branco

Em comemoração aos 135 de Rio Branco Marcus Alexandre entrega honraria à parteira Maria Zenaide de Souza Carvalho, ao Pastor Luiz Gonzaga e ao radialista José Francisco de Melo Filho.
 
O prefeito Marcus Alexandre entregou nesta quarta-feira, 27, no Centro Cultural Lydia Hammes, bairro Aeroporto Velho, a Comenda da Ordem do Mérito Volta da Empreza 2017 a três personalidades que de alguma maneira fazem a história de Rio Banco. Parteira tradicional da região do Juruá, Maria Zenaide de Souza Carvalho, já ajudou a trazer ao mundo 288 crianças. Pelos relevantes serviços prestados à comunidade recebeu a homenagem no Grau Fundador; ao Pastor Luiz Gonzaga, presidente da Assembleia de Deus em Rio Branco, que este ano completa 74 anos no Acre, foi entregue à honraria no Grau Comandante; e ao radialista José Francisco de Melo Filho, um dos primeiros a integrar a equipe da Rádio Difusora Acreana, emissora há 73 anos no ar em Rio Branco no Grau Chanceler.
“A comenda Volta da Empreza é a mais alta honraria entregue pelo Município. Homenageando estas três pessoas, homenageamos todos que ajudam a construir e fazem a história de Rio Branco. Com muita honra estamos aqui hoje para entregar a Comenda aos homenageados e comemorar os 135 anos de nossa cidade”, declarou o prefeito Marcus Alexandre.
Bastante prestigiada, a cerimônia de entrega da Comenda Volta da Empreza contou com a presença da vice-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri e da primeira-dama do município, Gicélia Médici Aguiar Viana. Estavam presentes ainda o deputado estadual Heitor Júnior, os vereadores Rodrigo Forneck e Eduardo Farias e o deputado federal Raimundo Angelim.
 
Nas ondas do Rádio
 
Realizada em tradicional espaço público da cidade, este ano a cerimônia de entrega da Comenda Volta da Empreza ganhou ares de programa radiofônico. Ao som de ‘New York, New York e Timberly’ executadas pela banda Os Mugs II, os apresentadores Diogo Soares e Duda abriram a cerimônia para a entrada surpreendente da primeira homenageada. Dona Zenaide subiu ao palco interpretando uma de suas composições para, então, receber a Comenda da mãos do prefeito Marcus Alexandre.
“Agradeço a Deus, ao prefeito Marcus Alexandre, que foi pessoalmente até minha casa para me convidar para vir receber esse prêmio. Me sinto muito honrada e feliz”, disse dona Zenaide.
Entre uma homenagem e outra, a performance de alguns dos melhores momentos da Rádio Difusora Acreana. Canções mais tocadas como sucessos da música romântica brasileira e programas como o ‘Show de Calouros’ e ‘Correspondente Difusora’.
O Coral da Assembleia de Deus fez as honras ao segundo homenageado. Ao receber a honraria, o Pastor Luiz Gonzaga atribuiu o reconhecimento “ao trabalho realizado pela igreja Assembleia de Deus em Rio Branco. Compartilho essa homenagem com todos aqueles que na Assembleia de Deus em Rio Branco fazem essa história acontecer”.
O Radilista Zezinho Melo relembrou bons momentos do Show de Calouros, dividiu o palco com o prefeito Marcus Alexandre em mais uma performance do programa ‘Não Diga Sim, Nem Não’ e empolgou a plateia ao narrar um clássico entre Juventus e Independência.
Emocionado, Zezinho Melo falou do sentimento ao receber a honraria das mãos do prefeito da capital. “É um reconhecimento que recebo com muita emoção. Se estou aqui hoje é graças aos meus pais e amigos e ouvintes da Rádio Difusora Acreana. Muito obrigado, sem vocês nada disso seria possível”.
 
Comenda é uma homenagem à cidade de Rio Branco
 
Criada pelo então prefeito Raimundo Angelim a Comenda Volta da Empreza é uma homenagem à cidade de Rio Branco. O nome da Comenda é uma referência à primeira denominação dada à cidade de Rio Branco no período de sua transição de seringal a povoado. A Comenda Volta da Empreza é constituída de três graus distintos: O grau Fundador, cujo patrono é Neutel Newton Maia, destina-se a reconhecer os que se destacaram por sua significativa contribuição nos campos social, cultural, econômico, humanitário, desportivo, ou outros de notável importância para a cidade, bairro ou comunidade.
O grau Comandante tem o Coronel José Plácido de Castro como patrono e destina-se a homenagear os que contribuíram, através de atos extraordinários com a comunidade, para a consolidação da cidade em nível regional.
 
O grau Chanceler, cujo patrono é José Maria da Silva Paranhos Junior, o Barão do Rio Branco, é a mais alta distinção da Ordem, que se destina a homenagear aqueles que tenham reconhecidamente prestado relevantes serviços ao município, ou que, no exercício da sua atividade, tenham destacado o nome do município de Rio Branco nos cenários nacional ou internacional.
 
BIOGRAFIA DOS HOMENAGEADOS EM 2017
 
Luiz Gonzaga de Lima - Pastor Presidente da Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco
 
Grau Comandante “Cel. José Plácido de Castro”
 
Natural de Xapuri, Luiz Gonzaga de Lima nasceu no Seringal Pontão, em 22 de outubro de 1956. É Filho de Manoel Ribeiro Lima, Soldado da Borracha que, posteriormente, virou seringalista do Seringal Copacabana, e de Maria Ferreira Ribeiro, Parteira conhecida como Maria Magnólia.
 
Em 1962, Luiz Gonzaga veio para Rio Branco com a família em busca de melhores condições. Estudou nas escolas Carlos Vasconcelos, Neutel Maia e Colégio Acreano. Em meados da década de 70, trabalhou como caixa no restaurante do Hotel Chuí.
 
Em 1977, seguindo a vocação do pai, iniciou trabalhos voltados para a evangelização com jovens e começou a atuar como locutor em um dos primeiros programas evangélicos na Rádio Educadora. No Rádio, conheceu o amor de sua vida. Luiz Gonzaga era o locutor e Vânia Maria, ouvinte. Em 1978 Gonzaga casou com Vânia, com quem teve 3 filhos: Marcos, Oséias e Léa.
 
Um ano depois de casado, Luiz Gonzaga foi designado pela igreja para iniciar um ministério na Vila Capixaba. Mudou para a Vila com a família e lá permaneceu até 1983. Para realizar o trabalho de evangelização, utilizou um velho aliado: o Rádio. Nesse período, implementou na Vila Capixaba o famoso ‘boca de ferro’ que servia de transmissor de seu trabalho no ministério.
 
Após esse período, o Pastor Luiz Gonzaga fortaleceu seu trabalho junto às comunidades pelo Estado do Acre. Foram vários anos de ministério no interior, nas cidades de Tarauacá, Feijó e Cruzeiro do Sul, até 1994, quando foi aclamado Pastor Presidente da Assembleia de Deus no Acre. A partir de então, fixou residência em Rio Branco, onde iniciou seu Ministério.
 
Com orgulho, o Pastor Luiz Gonzaga nos conta que a Assembleia de Deus no Brasil se originou com pastores suecos, em 1911, na Amazônia, no Estado do Pará. Em 1943, a Igreja chegou ao Acre. A primeira unidade foi instalada em Rio Branco, no bairro da Base.
 
Atualmente, o ministério do pastor Luiz Gonzaga mantém trabalhos sociais voltados às crianças, jovens e adultos em situação de risco nos bairros de Rio Branco. O programa “Assembleia de Deus em Ação” contempla o projeto ‘Esperança’, que se originou no bairro Calafate para atender crianças em situação de vulnerabilidade, e a ‘Casa de Recuperação’, na Estrada de Porto Acre, que objetiva o tratamento e ressocialização de dependentes químicos.
 
Para Luiz Gonzaga, seu chamado é uma tarefa árdua, porém uma dádiva. O pastor atribui à fé, o fundamento de todas as coisas em seu ministério, sempre aliado ao dueto: responsabilidade e respeito ao próximo.
 
Maria Zenaide de Souza Carvalho – Parteira Tradicional
 
Grau Fundador “Neutel Maia”
 
Natural do Seringal Fortaleza em Tarauacá, Maria Zenaide nasceu em 7 de maio de 1957. Filha de Aderaldo Rodrigues de Carvalho e Maria Délia de Souza Carvalho, é descendente de Ashaninka. Com 11 anos de idade foi morar em Tarauacá em busca de estudo. Aos 14, voltou a morar com os pais. Pouco tempo depois se casou e passou a residir na Foz do Tejo, de onde depois mudou para a Foz do Machadinho. Filha de parteira tradicional, herdou da mãe o dom desse ofício e aos 10 anos fez o primeiro parto.
 
Ainda no interior de Tarauacá estudou e se aperfeiçoou em alfabetização. Com orgulho, conta ter alfabetizado 60 adultos em sua primeira turma.
 
Em 1994, fez seu primeiro curso oficial de parteira, na Foz do Tejo e Foz do Bagé. Logo em seguida, participou de uma especialização na área, curso que fez no Estado de Pernambuco. Maria Zenaide mudou-se para Rio Branco e logo ficou conhecida como liderança do movimento das parteiras.
 
É compositora e cantora. A cada parto realizado tem a inspiração pela música como aliada. São composições com a temática do seu ofício que faz com amor e dedicação. Canções nos ritmos nativos de baques de samba, marcha e outros. Dona Zenaide, como é conhecida, preserva tradições musicais praticamente extintas, como os cordéis cantados, e compõe músicas de movimento social (das parteiras), de empoderamento das mulheres.
 
A cada processo de acompanhamento dos partos, Dona Zenaide utiliza conhecimentos tradicionais da floresta, como a infusão de chás, sucos para acalmar e o famoso chá de pimenta do reino para fortificar a parturiente. Na sequência respeita a escolha da parturiente pela posição certa, pede a Deus e à Santa Margarida pelo bom trabalho a realizar. Atribui à natureza, à paciência e muito carinho para que tudo ocorra bem.
 
Ao longo desses anos, D. Zenaide já acompanhou 288 partos ou, como ela fala, ‘pegou 288 crianças’. Orgulhosa relata que nunca perdeu uma parturiente ou uma criança. Resume seu ofício como um dom dado por Deus. Atualmente, sonha com o fortalecimento do movimento das parteiras, por meio luta por melhoria de direitos e auto sustentabilidade desse segmento.
 
José Francisco de Melo Filho, o Zezinho Melo - Radialista
 
No Grau Chanceler “José Maria da Silva Paranhos – Barão do Rio Branco”
 
Nascido em 30 de julho de 1950, natural de Brasiléia, Zezinho Melo é filho de José Francisco de Melo e Diolinda Silva de Melo. Neto do combatente da Revolução Acreana José Francisco dos Santos. Cedo começou a trabalhar como auxiliar de serviços gerais em um barracão do seringalista Joaquim Falcão Macedo.
 
Nos tempos áureos do Rádio, o menino Zezinho era apaixonado por este meio de comunicação e desde os 7 anos de idade já sonhava em ser narrador de futebol. Aos 12 anos, veio com a família para Rio Branco. Fã da Rádio Difusora Acreana (RDA), conseguiu uma vaga para trabalhar como office boy na instituição. Em um curto espaço de tempo, após muita dedicação e treinamento, foi conduzido à função de técnico de rádio por João Nascimento, responsável técnico da RDA.
 
Na década de 1970, foi conduzido ao cargo de locutor e, posteriormente, veio a oportunidade tão esperada: o teste para narrador esportivo. Teste feito, estava realizado o sonho. Zezinho Melo agora passara a integrar o quadro de locutor e narrador esportivo da Difusora Acreana.
 
Foram muitos anos de memórias, amor e dedicação. Durante esses 55 anos de trabalho na Rádio Difusora, Zezinho Melo construiu um legado de contribuição à comunidade riobranquense, ao Acre, nos âmbitos nacional e internacional. Um dos seus trabalhos mais importantes e reconhecidos pelos ouvintes foram os programas: ‘Parada Jovem’ e a sequência ‘Não diga Sim, Nem Não’. Pai de 6 filhos, casado, Zezinho, atualmente, vê a paixão pela locução esportiva semelhante ao amor que tem pelos filhos.
 
Com carinho, Zezinho Melo até hoje guarda vários nomes de ouvintes em seus cadernos de anotações. Sempre atribui seu legado de vida ao apêndice Rádio Difusora Acreana e seus ouvintes. Parafraseia com amor dizendo: ‘Quem manda na rádio é o povo, sem ele, não existe Rádio!
 
 
 

Da Assessoria
Fotos: Marcos Vicentti/Asscom

 
 
 
 

 

 
 
Buy TurinabolDo you need Missouri Loans Online as soon as possible? All this happens in case of bad medicines and wrong way of medication. Viagra Super Force is a treatment that has unique and surpassing formula combination.

COM VOCÊ NO DIA A DIA

com vc dia a dia20012018

VÍDEOS

MAIS VÍDEOS

PREFEITURA DE RIO BRANCO
Rua Rui Barbosa, 285 – Centro - Rio Branco/AC - CEP: 69.900-901 - Tel.: (68) (68) 3212-7040