Rio Branco - Acre, 18/10/2019

onde-estamos-trabalhando-limpeza-manutencao-ruasBANNER PORTAL TRANPARENCIA-alterado2782015 

Últimas Notícias

Mudanças climáticas: prefeita Socorro Neri, Ministério Público e Defesa Civil Estadual debatem curso sobre o tema

Representantes de todos os municípios acreanos devem participar entre os dias 26 e 30 agosto de um curso internacional de preparação em defesa civil. A proposta foi apresentada nesta quinta-feira, 04, para a prefeita de Rio Branco e presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Socorro Neri, pela procuradora de Justiça do Ministério Público Estadual (MPAC) e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, Patrimônio Histórico e Cultural e Habitação e Urbanismo (CAOP/MAPHU), Rita de Cássia Nogueira Lima e o coordenador na Defesa Civil Estadual, tenente-coronel James Joyce Bezerra Gomes.
 
A atividade também vai contar com o apoio do Tribunal de Contas do Estado (TCE). De acordo com a procuradora Rita de Cássia, a ideia é proporcionar o nivelamento de conhecimento sobre a preparação para eventos extremos e mudanças climáticas entre todas as cidades acreanas. “É cada vez mais recorrente essa situação de eventos extremos, tanto períodos de seca como de muita chuva. Então é necessário que todos os municípios estejam preparados para as mudanças climáticas que já podemos experimentar, elas estão aí. Uma das melhores formas de prevenção é que os municípios tenham as suas leis de uso e parcelamento do solo ou plano diretor impedindo que se ocupem áreas de risco como beira de igarapés e áreas de preservação permanente. O ordenamento urbano é essencial nesse trabalho de prevenção, mas mesmo assim não nos garante que não haja desastres. Um exemplo é o centro de Rio Branco que já chegou a alagar. Então esse curso é essencial para esse momento que estamos vivendo, temos de estar preparados”, disse a procuradora.
 
Até 2030, 80 milhões de empregos sumirão com as mudanças climáticas. A elevação térmica deverá comprometer 2,2% do total das horas trabalhadas no mundo, principalmente na agricultura e na construção civil. Os dados foram publicados no relatório ‘Trabalhar em um planeta mais quente: O impacto do estresse térmico na produtividade laboral e no trabalho decente’, divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) no início desta semana. Além dos municípios acreanos, representantes do Peru e da Bolívia vão participar do curso.
 
“As mudanças climáticas são um dos maiores desafios do nosso tempo. Seus impactos, que afetam a todos e têm desestabilizado as sociedades e o meio ambiente de uma maneira global e sem precedentes. Temos de estar cada vez mais preparados em todas as esferas de governo para enfrentarmos esses momentos. Em 2015, no período de chuvas, todos lembramos que o Rio Acre atingiu o nível histórico, aqui em Rio Branco, de mais de 18 metros. Cerca de 30% do território urbano da cidade ficou debaixo d’água, 5 mil famílias ficaram desabrigadas e inúmeros prejuízos em diversas áreas. Já em setembro de 2016 vivemos o extremo disso, quando o Rio Acre registrou outra marca histórica, desta vez negativa, com apenas 1,30 metro de água”, destacou a prefeita Socorro Neri.
 
A distribuição e modernização da lei do ICMS Verde e o plano de controle de poluição do ar também foram debatidos entre a prefeita, MPAC e Defesa Civil Estadual. Os temas serão incluídos no encontro com os representantes municipais.
 
 
Andryo Amaral, da Diretoria de Comunicação 
Fotos Val Fernandes
cash advance loans . In this section we give only a brief summary recommendation for admission of Cheap Levitra. Full information can be found in the instructions for receiving medications with vardenafil.

COM VOCÊ NO DIA A DIA

com vc dia a dia 18102019

VÍDEOS

MAIS VÍDEOS

PREFEITURA DE RIO BRANCO
Rua Rui Barbosa, 285 – Centro - Rio Branco/AC - CEP: 69.900-901 - Tel.: (68) (68) 3212-7040