Rio Branco - Acre, 09/12/2019

onde-estamos-trabalhando-limpeza-manutencao-ruasBANNER PORTAL TRANPARENCIA-alterado2782015 

Últimas Notícias

Angelim: um investimento como esse não dá votos, mas garante saúde e essa é a nossa prioridade

“Numa cidade no coração da floresta nós concebemos um projeto que trata não apenas da destinação do lixo, mas do tratamento desse lixo com qualidade, baseado na sustentabilidade e que além de melhorar o ambiente, garante trabalho e renda para centenas de famílias”. A afirmação foi feita na manhã desta sexta-feira durante solenidade de inauguração da Unidade de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (Utre), pelo prefeito Raimundo Angelim. A abertura da solenidade, realizada no dia do Gari, foi feita pelo coral da Semsur que cantou a música dos garis e o hino acreano, emocionando a todos os presentes.

Localizada no km 22 da BR 364, a unidade é um complexo de obras que conta com uma central de recebimento de pneus; espaço de triagem e compostagem (para separar resíduos sólidos recicláveis e o aproveitamento dos resíduos orgânicos para produção de compostos); central de podas e resíduos madeireiros; unidade de tratamento de resíduos de serviços da saúde; disposição final (células de aterro sanitário), entre vários outros dispositivos e investimentos.

Angelim disse que a inauguração da nova Utre é a materialização de um sonho e a garantia de um investimento não só para estas, mas para as futuras gerações de acreanos que irão morar na Capital.

“O Lixo é um dos mais graves problemas do mundo e nem todos querem tratar disso. O investimento aqui é superior a R$ 10 milhões. Nós poderíamos investir esse dinheiro em praças, em obras de grande visibilidade. Seria mais fácil. Isso (fazer obras de grande visibilidade) dá mais voto, aplausos fáceis, mas nós fizemos a opção por investir naquilo que não dá voto, mas garante saúde para o nosso povo. Não só em meio ambiente, mas em qualidade de vida, em saúde, em visão de futuro. Essa será sempre a nossa prioridade.  Por isso hoje é um dia feliz para todos nós. É a materialização de um sonho”, disse o prefeito.

Segundo Angelim, o investimento só foi possível graças à parceria que mantém com o governo do Estado, o apoio da bancada federal e, principalmente, o apoio de sua base de sustentação na Câmara Municipal. Após o encerramento da solenidade, padre Máximo e  Pastor Jonas fizeram uma benção ecumênica a pedido do prefeito Angelim.

A inauguração da Unidade de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (Utre), foi prestigiada pelo governador Binho Marques, o senador Tião Viana, o ex-governador Jorge Viana, deputado federal Nilson Mourão, pelo procurador do MPE Cosmo Souza, o vice-governador César Messias, o conselheiro do TCE Cristóvão Messias pelos presidentes das Federações do Comércio Leandro Domingos e da Indústria, João Salomão, pelos vereadores Jessé Santiago, Elias Campos, Ariane Cadaxo, Gabriel Forneck, Astério Moreira, Ricardo Araújo, Juraci Nogueira e Manoel Valdir (Cabide), o presidente da Umarb, Gilson Albuquerque, além de empresários, secretários municipais e lideranças comunitárias e pelos prefeitos de Porto Acre, José Maria, de Plácido de Castro, Paulinho Almeida e de Acrelândia Carlos César.

Após o encerramento da solenidade, o prefeito Angelim e vários secretários municipais acompanharam as autoridades e representantes da comunidade em uma visita às novas instalações da unidade de resíduos sólidos com explicações sobre o funcionamento de cada setor para os próximos anos.


Jorge, Tião e Binho elogiam trabalho de Angelim

O ex-governador Jorge Viana destacou na manhã desta sexta-feira, a importância do trabalho que vem sendo realizado na prefeitura de Rio Branco pelo prefeito Raimundo Angelim. Segundo ele, a nova unidade de resíduos sólidos é um exemplo não só para o Brasil, mas para o mundo e destacou o fato de que poucas cidades têm uma unidade como esta.

“O Angelim decidiu trabalhar naquilo que ninguém quer trabalhar, no lixo. Teve o apoio do presidente Lula, do governador Binho e do Ministério Público Estadual e Federal para a solução de um problema grave da nossa cidade, com um conceito de sustentabilidade ambiental e econômica, por causa dos créditos de carbono. É um belo exemplo e a certeza de que nós, moradores de Rio Branco, ganhamos um belo presente, pois o que era um grande problema foi transformado em uma bela solução”, disse Jorge Viana.

O senador Tião Viana fez questão de destacar a importância da nova unidade para o combate de sérios problemas de saúde em decorrência do lixo. Para Tião Viana, a inauguração é um marco não só para o Acre de agora, mas dos próximos 20 anos. “Milhares de pessoas sofrem no mundo todo de problemas de saúde por causa dos resíduos sólidos. Muitos casos de diarréia são em decorrência da contaminação das nossas fontes de água e uma obra como essa não só trata o lixo, mas evita uma série de internações, de uso de antibióticos. O prefeito Angelim, mas uma vez, está na vanguarda ao realizar uma obra como esta”.

Já o governador Binho Marques destacou o fato de que não só a população de Rio Branco ganha um belo presente, mas toda a população do Acre, pelos impactos positivos da obra para os municípios do seu entorno. “Esta obra coloca Rio Branco em um patamar elevado no Acre e na Amazônia. Em 1994, em estive na Itália numa cooperação da prefeitura de Rio Branco com a cidade italiana. Lá aprendi muito e conheci uma unidade como essa. Confesso que não imagina que pudéssemos ter uma assim aqui no Acre”, disse.

Binho Marques lembrou ainda que um dos diferenciais do projeto não é apenas a sustentabilidade ambiental, mas os ganhos econômicos que ele trará através dos créditos de carbono.

“As pessoas, quando viajamos para outros estados, outros países, como eu viajei recentemente, se questionam como a gente faz tanto aqui com tão pouco. E eu costumo dizer que isso só é possível por dois aspectos: a sustentabilidade ambiental aliada à sustentabilidade política. Rio Branco hoje é uma cidade verde e isso é bom para o nosso povo, mas também para a nossa economia”, disse Binho Marques.


O que eles disseram:

“Em 1994, quando o Jorge Viana era prefeito de Rio Branco, eu fui enviado para a Itália, para fazer um estágio lá. Foi lá que, pela primeira vez, vi algo como o que está acontecendo aqui e, sinceramente, nunca imaginei que iria ver algo dessa natureza na nossa cidade em tão pouco tempo. Fico muito orgulhoso do prefeito e do de Rio Branco e do Acre. Eu tenho andando muito nos últimos tempos. Fui a Califórnia e a Washington (EUA), nos últimos dias. Em todas as ocasiões falei muito sobre o Acre. O que falei causou impactos entre as pessoas. E não eram quaisquer pessoas. Eram gente do banco mundial, autoridades de diversos países, estudantes de doutorado do mundo inteiro. Eles queriam saber o que há de diferente no Acre, onde estamos conseguindo tantos avanços. Eu respondo: o que há de diferente no Acre é a sustentabilidade ambiental com a sustentabilidade política. Isso não estaria acontecendo se não houvesse harmonia no Acre. O que está acontecendo aqui mostra que em breve Rio Branco será uma cidade verde. Isso será bom para o meio ambiente e para a economia” – Binho Marques, governador do Estado.

“Eu quero, nesta oportunidade, homenagear as pessoas, homens e mulheres, que limpam aquilo que a gente suja. Eles são parte de um trabalho que começamos lá atrás, na Prefeitura. Quando fui prefeito, fui chamado de prefeito florzinha, porque eu insistia em fazer plantar flores na cidade. Era desse jeito que a gente queria dizer que era necessário ter amor, ter cuidado e zelo pela nossa cidade. Na época, as pessoas encarregadas pela limpeza da cidade tinham vergonha do que faziam. As pessoas se envergonhavam. Nós mudamos isso. O Angelim está levando isso adiante. Os nossos garis e margaridas hoje tem orgulho de Rio Branco e nós orgulhamos deles porque são essas pessoas que cuidam da nossa cidade, das ruas onde estão as nossas casas. São pessoas as quais a cidade vai ficar devendo sempre. O que vejo aqui, numa reflexão rápida, é que Rio Branco está entrando no primeiro mundo em matéria de limpeza pública e saneamento. Muitos países da Europa tem problemas com seu lixo porque não tem o que Rio Branco está recebendo agora. Isso está acontecendo graças às parcerias que conseguimos montar. O governador Binho é um parceiro do prefeito Angelim e da cidade de Rio Branco. Eles são administradores diferentes, que às vezes não gostam de aparecer e trabalham sem fazer zoada. Mas trabalham muito. São homens fortes porque se fossem fracos não chegariam onde estamos chegando. Isso está sendo possível também graças ao apoio do presidente Lula” – Jorge Viana, ex-governador do Estado.

“A partir do que está acontecendo aqui, estamos vendo Rio Branco no futuro, daqui a 20 anos. Isso mostra que estamos preparados para o desafio do futuro. Fico feliz inclusive como médico com o que está acontecendo aqui porque sabemos que é a falta de saneamento que contamina os alimentos, a água e isso é a causa das internações hospitalares e das diarréias, principalmente em idosos e em crianças. De cada 100 crianças com diarréias no mundo, 90 estão em países com saneamento deficitário. Rio Branco está fazendo sua parte nesta área. O mais belo que está acontecendo aqui é que estamos fazendo a junção da educação, da saúde e do meio ambiente, como recomendou a ONU lá na Eco/92. Nosso passo seguinte agora será a conscientização da nossa população para não aceitarmos mais o lixo sendo jogado na rua de qualquer jeito. Não podemos mais assistir pessoas dirigindo, bebendo e jogando a garrafa ou a lata de cerveja pela janela do carro, no meio da rua. Isso vai nos ajudar a trabalhar a redução da mortalidade infantil, com a cidade tendo uma relação mais feliz com seus habitantes. Este é o sonho que estamos construindo” – Tião Viana, médico e senador das República.

César Messias – vice- governador

“A prefeitura de Rio Branco está de parabéns por mais este grande investimento que beneficia não apenas a população da Capital, mas de vários municípios do entorno. Eu fico feliz de poder participar de um evento como este”.

 

 

Cesário Braga – Secretário Municipal de Serviços Urbanos (Semsur)


“O maior investimento aqui não é apenas na questão do lixo, mas os resultados práticos deste trabalho na coleta seletiva e, principalmente no tratamento adequado de resíduos de construção civil, lixo hospitalar e até o trabalho de compostagem”.

 

Artur Leite – Secretário Municipal de Meio Ambiente


“Nós estamos diante de um trabalho resultado de muitas mãos. Muita parceria, um verdadeiro modelo de destinação de lixo. Estamos apenas no começo e esta não é uma obra da prefeitura, mas da cidade de Rio Branco e, principalmente, uma oportunidade de trabalharmos melhor a educação ambiental”.

 

Jessé Santiago – presidente da Câmara Municipal de Rio Branco


“A cidade está de parabéns. O prefeito Angelim está de parabéns por mais este grande investimento e nós na Câmara Municipal nos orgulhamos de participarmos deste trabalho”.

 

Astério Moreira – Líder do prefeito na Câmara Municipal


“A inauguração desta unidade é resultado de um grande esforço do prefeito Angelim e de toda a sua equipe na construção de uma cidade melhor para o futuro. Na Câmara estamos fazendo a nossa parte, ajudando neste projeto e é gratificante participarmos dele”.

Gilson Albuquerque – presidente da Umarb

“Trabalhar a educação ambiental é fundamental. Nós nas associações de moradores temos trabalhado intensamente esta questão e também nas regionais, para que possamos colaborar cada vez mais para o sucesso de projetos como este”.

 

 

 

DESCRIÇÃO DE CADA COMPONENTE DA UNIDADE


ATERRO SANITÁRIO

Essa primeira etapa que entra em operação compreende uma área de aproximadamente cinco hectares, com capacidade estimada para um volume de lixo aproximadamente de 716.241,70 m3 e vida útil de oito anos.
Esta Unidade dispõe de sistema de impermeabilização de base com manta de 1,5 mm, drenagem de chorume, de gás e de águas pluviais.      

UNIDADE DE TRIAGEM E COMPOSTAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS

MÓDULOS BÁSICOS DA USINA DE RECICLAGEM

A usina foi dimensionada para uma vida útil de 20 anos de operação contínua considerando uma quantidade de recebimento de lixo de 25 t/dia, e compreende-se da seguinte estrutura e equipamentos:

- galpão para recepção e triagem com equipamentos específicos tais como:
- Tulha Metálica Dosadora;   
- Esteira de Catação;
- Prensa Hidráulica Vertical;
- Picador Rotativo;
- Balança Mecânica;
- Carretão Para Matéria Orgânica.                 
- galpão simples para armazenamento de papel e papelão;
- baias para fardos de plásticos, metais e reciclados a granel;

Esta unidade será gerida pela Associação de Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis de Rio Branco (a partir do Projeto CATAR) sob a coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMEIA), e receberá os materiais provenientes da coleta seletiva porta a porta a ser iniciada nos próximos dias.

CENTRAL DE PODAS E RESÍDUOS MADEIREIROS E PÁTIO DE COMPOSTAGEM

A área foi dimensionada para compostar um volume de 10,5 t/dia, compreendendo uma área total de 9.800 m2, dividida em etapas a qual terá na primeira uma área de 2.500 m2, compreendendo da seguinte estrutura e equipamentos:
- Triturador de galhos com capacidade para triturar 15 toneladas de galhos por hora com até 10 centímetros de diâmetro;
- Carrinho Especial para Fardos;
- Medidor de Temperatura para Composto;
- Galpão Coberto.


CENTRAL DE PNEUS

Galpão coberto com 144 m2 o qual será utilizado para estocagem temporária de pneumáticos e posterior encaminhamento a Associação Nacional das Industrias de Pneumáticos – ANIP.

UNIDADE DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

A unidade foi projetada para atender a demanda de aproximadamente 25 toneladas de RCC por hora, com um equipamento com capacidade para processar 40 t/hora e vida útil de 20 anos disposto em uma área de 10.905,20 m2. Esta Unidade é composta por um equipamento especifico o qual tem a função de britar o RCC/RDC, transformando em areia, brita no. zero ou pedrisco, brita no. 1 e no. 2.

UNIDADE DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS SERVIÇOS DE SAÚDE E VALAS PARA ATERRAMENTO DE ANIMAIS MORTOS E LIXO SÉPTICO

A Unidade de Tratamento de RSS e Valas Sépticas foi projetada numa área de 8.724,38 m2, compreendendo as seguintes estruturas:

- Prédio para Tratamento de RSS, composto por escritório:
- instalações sanitárias;
- sala de recebimento de resíduo infectado;
- sala de tratamento e trituração composta dos seguintes:
- Caldeira a Vapor e Compressor;
- Autoclave com capacidade de 1526 l e tempo estimado de 30 a 40 minutos por ciclo;
- Containeres de 600 litros e capacidade 60 kg/container ou 120 kg/ciclo;
- Triturador com elevador de containeres;
- Carro transportador.
- Valas para animais mortos e RSS não passíveis de tratamento na Autoclave, a qual possui impermeabilização de fundo com manta de PEAD de 1,5 mm e cobertura móvel para proteção das valas durante a operação de uso da vala.

DEMAIS INSTALAÇOES

POÇOS DE MONITORAMENTO AMBIENTAL

Projetado para realização de monitoramento das águas subterrâneas, estão implantados 04 piezômetros colocados em pontos estratégicos, sendo 01 a montante do maciço de lixo e 03 a jusante.
Também são realizados monitoramentos de qualidade da água dentro e fora da área da UTRE, no corpo hídrico que irá receber o efluente tratado (tanto antes quanto após o início da operação do Aterro Sanitário).

- Sistema de Tratamento de Percolados
Projetado para tratar todos os efluentes gerados na UTRE, o sistema de tratamento de percolados foi divido em duas etapas, é compostas pelo seguinte:
- Lagoa Anaeróbia;
- Lagoa Facultativa;
- Lagoa de Maturação com Chicanas;
- Leito de Secagem.
. Therefore, we can say that the active substances in its composition are more perfectly mixed. Vardenafil is not only present in the original Buy Levitra, but also as part of its analogs.

COM VOCÊ NO DIA A DIA

com vc dia a dia 4122019

VÍDEOS

MAIS VÍDEOS

Prefeitura de Rio Branco - Horário de Atendimento: 08h às 18h
Rua Rui Barbosa, 285 – Centro - Rio Branco/AC - CEP: 69.900-901 - Tel.: (68) 3212-7040